Zohar Diário # 3273 – Mishpatim – O pomar secreto.

Daily Zohar 3273

Holy Zohar text. Daily Zohar -3273

Tradução para Hebraico:

100. בֹּא וּרְאֵה, כָּךְ הִיא דַּרְכָּהּ שֶׁל תּוֹרָה: בָּרִאשׁוֹנָה כְּשֶׁמַּתְחִילָה לְהִתְגַּלּוֹת אֶל הָאָדָם, (בְּרֶגַע) רוֹמֶזֶת לוֹ בְּרֶמֶז. אִם יוֹדֵעַ – אָז טוֹב, וְאִם לֹא יוֹדֵעַ – שׁוֹלַחַת אֵלָיו וְקוֹרֵאת לוֹ פֶּתִי. וְהַתּוֹרָה אוֹמֶרֶת לְאוֹתוֹ שֶׁשָּׁלְחָה אֵלָיו: אִמְרוּ לְאוֹתוֹ הַפֶּתִי שֶׁיִּקְרַב לְכָאן וַאֲדַבֵּר עִמּוֹ. זֶהוּ שֶׁכָּתוּב מִי פֶתִי יָסֻר הֵנָּה חֲסַר לֵב וְגוֹ’. קָרַב אֵלֶיהָ, וּמַתְחִילָה לְדַבֵּר עִמּוֹ מֵאַחַר פָּרֹכֶת שֶׁפּוֹרֶשֶׂת לוֹ דְּבָרִים לְפִי דַרְכּוֹ, עַד שֶׁיִּתְבּוֹנֵן לְאַט לְאַט, וְזֶהוּ הַדְּרָשׁ.
101. אַחַר כָּךְ תְּדַבֵּר עִמּוֹ מֵאַחַר פִּשְׁפֵּשׁ קָטָן דִּבְרֵי חִידָה, וְזוֹהִי הַגָּדָה. אַחַר שֶׁהִתְרַגֵּל אֵלֶיהָ, נִגְלֵית אֵלָיו פָּנִים בְּפָנִים וּמְדַבֶּרֶת עִמּוֹ כָּל הַסּוֹדוֹת הַנִּסְתָּרִים שֶׁלָּהּ, וְכָל הַדְּרָכִים הַנִּסְתָּרוֹת שֶׁהָיוּ שְׁמוּרִים בְּלִבָּהּ מִיָּמִים רִאשׁוֹנִים, וְאָז אוֹתוֹ אָדָם הוּא שָׁלֵם, בַּעַל תּוֹרָה וַדַּאי, בַּעַל הַבַּיִת, שֶׁהֲרֵי כָּל סוֹדוֹתֶיהָ גִּלְּתָה לוֹ, וְלֹא רִחֲקָה וְלֹא כִסְּתָה מִמֶּנּוּ כְּלוּם.

Comentário de: Zion Nefesh:
Tradução Jorge RamosZohar Mishpatim

# 100
Provérbios 9: 4

“Quem é simples, deixe-o vir aqui!” Quanto a quem não tem entendimento, ela diz a ele:
Quando uma pessoa se aproxima, a Torá lhe dá pistas (רמז) para testar seu conhecimento e nível de entendimento. Se ele não obtiver as pistas, ela o aproxima e conversa com ele em palavras simples (פשט) até que ele comece a ver e entender melhor. Esse é o aspecto da “discussão” (דרש).

# 101
Mais tarde, por trás de uma cortina fina, ela fala com ele com enigmas, o que é o aspecto dos “Segredos” da Torá (סוד). Depois que ele se acostuma a esse nível de estudo, ela se revela e compartilha com ele todos os segredos e caminhos de entendimento que estavam escondidos dele desde o início do relacionamento. Ele então se torna o mestre da ‘casa’ que é a Torá, e aonde quer que vá, ele pode desvendar os segredos.Lição:
O estudo da Torá tem quatro aspectos de entendimento; סוד,דרש,רמז,פשט. Simples, pistas, discussões, segredos. As iniciais soletram ‘פרדס’ que se traduz como ‘pomar’.

A Torá dá as boas-vindas ao aluno com pistas que levariam a segredos, mas ‘fala’ com o aluno em seu nível, permitindo que ele cresça com o estudo até o fim para entender os segredos. O ‘Pomar’ é muito especial e à medida que nos aprofundamos, vamos passando pelos níveis mais baixos, vemos mais frutas magníficas e bonitas que nos nutrem em um nível superior.

O Zohar é o lugar mais profundo do pomar e, ao mesmo tempo, tem seus próprios quatro aspectos de entendimento. Ler o texto e as traduções literais é o nível simples, e estudar os versículos da Bíblia que são as citações do Zohar são o aspecto das pistas.

O estudo, como nós fazemos no Zohar Diário, é a ‘discussão’, incluindo a parte da ‘Lição’. Quando nós discutimos a conexão do estudo com o fluxo das Sefirot, estamos no nível dos segredos dos segredos.

O estudo repetido do Zohar abre um maior nível de entendimento que leva ao coração do pomar, onde as frutas são mais ‘doces’ e nutritivas.

{||}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *