Zohar Diário # 3312 – Tzav – Porque Ele escolheu Sião.

Daily Zohar 3312

Holy Zohar text. Daily Zohar -3312

Tradução para Hebraico:

101. רַבִּי חִיָּיא וְרַבִּי יוֹסֵי הָיוּ הוֹלְכִים מֵאוּשָׁא לִטְבֶרְיָה. אָמַר רַבִּי חִיָּיא, כָּתוּב (תהלים קלב) כִּי בָחַר ה’ בְּצִיּוֹן וְגוֹ’. זֹאת מְנוּחָתִי וְגוֹ’. לִפְעָמִים קוֹרְאִים אֶת זֶה כָּל הַחֲבֵרִים זָכָר, מִשּׁוּם שֶׁהוּא (שֶׁצִּיּוֹן הוּא) רַחֲמִים, וְכָאן הַכָּתוּב קוֹרֵא אוֹתוֹ נְקֵבָה.
102. אָמַר רַבִּי יוֹסֵי, כָּךְ נִשְׁמָע לִי מֵהַמְּנוֹרָה הַקְּדוֹשָׁה, (אֲבָל) בְּשָׁעָה שֶׁהַזִּוּוּג מִזְדַּוֵּג כְּאֶחָד לְהַרְאוֹת שֶׁהַנְּקֵבָה נִכְלֶלֶת בּוֹ בִּכְלָל אֶחָד, הַנְּקֵבָה נִקְרֵאת בְּשֵׁם (הַזָּכָר), שֶׁהֲרֵי אָז נִמְצָאוֹת הַבְּרָכוֹת שֶׁל הַגְּבִירָה וְאֵין בָּהּ פְּרִישׁוּת כְּלָל, וְעַל כֵּן כָּתוּב לְמוֹשָׁב לוֹ. וְכָתוּב כִּי בָחַר ה’ בְּצִיּוֹן, בְּצִיּוֹן בְּדִיּוּק, בְּאוֹתוֹ שֶׁיֵּשׁ בְּתוֹכוֹ שֶׁשּׁוֹרֶה בּוֹ, וְלֹא כָתוּב לְצִיּוֹן, וְהַכֹּל אֶחָד. בֵּין שֶׁקּוֹרֵא לָזֶה בְּשֵׁם שֶׁל זָכָר, וּבֵין שֶׁקּוֹרֵא לָזֶה בְּשֵׁם שֶׁל נְקֵבָה, הַכֹּל אֶחָד וְעוֹמְדִים בְּדַרְגָּה אַחַת.
103. (פָּתַח רַבִּי יוֹסֵי וְאָמַר,) וְעַל זֶה כָּתוּב, (שם פז) וּלְצִיּוֹן יֵאָמֵר אִישׁ וְאִישׁ יוּלַד בָּהּ. אֶחָד לְדִין, וְאֶחָד לְרַחֲמִים. כְּשֶׁמִּזְדַּוְּגִים כְּאֶחָד בְּזִוּוּג אֶחָד, אָז נִקְרָא צִיּוֹן, וְצִיּוֹן וִירוּשָׁלַיִם יְדוּעִים, וְנִמְצָא שֶׁזֶּה תָלוּי בָּזֶה.

Comentário de: Zion Nefesh:
Tradução Jorge RamosZohar Diário # 3312 – Tzav – Porque Ele escolheu Sião.
Postado por Zion Nefesh | 5 de abril de 2020 | Tradução: Jorge Ramos.

.

Zohar Tzav

# 101
Salmos 132: 13,14

“Porque YHVH escolheu a Sião; Ele desejou-a para a Sua morada: ”
“Este é o meu lugar de descanso para sempre; Aqui habitarei, porque eu o desejei”.

O Rabi Chiya e o Rabi Yossi estavam andando de Usha para Tiberia. O Rabi Chiya cita o verso acima e diz que esse verso faz referência a Sião como uma mulher quando diz ‘מְנוּחָתִי אתזֹ’ Isso (forma feminina) no meu lugar de descanso ”.
Sião é um nome masculino e é Yessod de Malchut. Existem aspectos internos e externos de Yessod de Malchut. O interior é chamado Sião com um aspecto de Misericórdia. O exterior é chamado Jerusalém que tem o aspecto de julgamento.

# 102
O Rabi Yossi diz que a ‘Vela Sagrada’, que é o Rabi Shimon, explica que quando Malchut está em unificação com Zeir Anpin, ela se torna uma com ele e é chamada com o nome masculino.

Sem unificação, Malchut está vazio e incompleto. Quando em unificação com Z ”A, ela é cheia de bênçãos e se realiza. Por esse motivo, o verso declara ‘Ele o desejou (Sião) para Sua habitação’ na forma masculina. Quando a Torá se refere a Sião como masculino ou feminino, é a mesma coisa porque eles estão no mesmo nível.

# 103
Salmos 87: 5

“E de Sião, será dito: Este (אִישׁ) e aquele (וְאִישׁ) nasceram nela, e o Altíssimo Ele mesmo a estabelecerá. ”

O verso usa a palavra ‘אִישׁ’ duas vezes em referência a Sião. Um para o aspecto do julgamento e outro para o aspecto da misericórdia. O aspecto do julgamento é chamado Jerusalém. Quando Z”A e Malchut estão em unificação, Yessod de Malchut é chamado Sião. Sião e Jerusalém são dependentes um do outro porque Sião é o aspecto interno e Jerusalém é o aspecto externo da unificação.
Lição:
A linguagem sagrada da Torá é o hebraico e as formas masculina e feminina são significativas para expressar o aspecto espiritual interno, nos dando uma maior compreensão do fluxo de luz de um masculino que é um canal de luz para o feminino que é um vaso e receptor de luz.

Sião é o ponto de conexão de Yesod de Malchut. É chamado de “Monte Sião” porque é o nível mais alto onde podemos ver a Luz. É o centro do mundo. A primeira letra de יסוד, Yessod, é Yod para nos dizer que inclui a luz do mais alto nível. Jerusalém é Malchut e o vaso que precisa da Luz de cima para ser completo.

Jerusalém do nível mais baixo é escura sem a luz do ‘Monte de Sião’ que traz satisfação. Sem o Templo Sagrado e o fluxo constante de Luz para o mundo, Jerusalém está em um estado de “doença”. É por isso que Jerusalém é uma palavra de código para o desejo da alma pela luz, sentindo-se doente sem ela. Este aspecto é revelado pelo próprio nome.

Jerusalém, ‘ירושלם’ é numericamente 586, o mesmo que ‘Shofar’, ‘שופר’, que é o aspecto da conexão com os níveis superiores.

A pronúncia atual do nome é ‘Yerushalayim’, que normalmente exige que a letra Yod esteja presente logo antes da última letra do nome. Em vez disso, encontramos apenas o ‘chirik’, que é uma vogal que está sob o Yod para nos guiar à pronúncia correta. O ponto interessante é que a palavra em português ‘Jerusalém’ é pronunciada como o nome hebraico ‘ירושלם’ sem o Yod.

Encontramos na Bíblia 622 vezes a forma incompleta do nome ‘ירושלם’ e apenas cinco vezes a forma completa e correta do nome ‘ירושלים’.

As cinco vezes que o nome aparece estão relacionadas ao aspecto sagrado de Jerusalém.
A letra Yod י que representa a Luz de Keter e Chokmah e o nome sem o Yod que aparece 622 vezes na Bíblia tem o valor numérico da palavra בכתר, ‘em Keter’, revelando onde encontrar a Luz que falta em Jerusalém, ‘ירושלם ‘precisa para ser’ saudável ‘.

B’H, veremos o retorno de YHVH a’ Sião’, Yessod, e nos unificaremos com Jerusalém, Malchut, para nos conectar à Luz de Keter e Mashiach.

Isto irá encher o vaso de ‘ירושלם’ com o Yod que falta, e Jerusalém será preenchida com a Luz que removerá as trevas do mundo.

{||}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *