Zohar Diário # 3385 – Balak – Dê um bom lar ao pássaro.

Daily Zohar 3385

Holy Zohar text. Daily Zohar -3385

Tradução para Hebraico:

214. שָׁנִינוּ, שָׁלֹשׁ חוֹמוֹת הֵן לְגַן עֵדֶן, וּבֵין כָּל אַחַת וְאַחַת כַּמָּה רוּחוֹת וּנְשָׁמוֹת מְטַיְּלוֹת שָׁם וְנֶהֱנוֹת מֵרֵיחַ שֶׁל עִנּוּגֵי הַצַּדִּיקִים שֶׁבִּפְנִים, אַף עַל גַּב שֶׁלֹּא זָכוּ לְהִכָּנֵס. אֲבָל עִנּוּג רוּחוֹת הַצַּדִּיקִים שֶׁבִּפְנִים – (ישעיה סד) עַיִן לֹא רָאָתָה אֱלֹהִים וְגוֹ’.
215. וְיָמִים רְשׁוּמִים יֵשׁ בְּשָׁנָה, וְהֵם יְמֵי נִיסָן וִימֵי תִּשְׁרֵי, שֶׁאוֹתָן רוּחוֹת מְשׁוֹטְטוֹת וּפוֹקְדוֹת מָקוֹם שֶׁצָּרִיךְ. וְאַף עַל גַּב שֶׁפְּעָמִים רַבּוֹת מְשׁוֹטְטוֹת, אֲבָל יָמִים אֵלּוּ רְשׁוּמִים הֵם וְנִרְאִים עַל גַּבֵּי חוֹמוֹת הַגִּנָּה, כָּל אַחַת וְאַחַת כְּמַרְאֵה צִפֳּרִים מְצַפְצְפוֹת בְּכָל בֹּקֶר וּבֹקֶר.
216. וְאוֹתוֹ צִפְצוּף שֶׁבַח הַקָּדוֹשׁ בָּרוּךְ הוּא, וּתְפִלָּה עַל חַיֵּי בְּנֵי אָדָם שֶׁל הָעוֹלָם. מִשּׁוּם שֶׁאוֹתָם יָמִים כָּל יִשְׂרָאֵל מִתְעַסְּקִים בְּמִצְווֹת, וּבְמִצְווֹת רִבּוֹן הָעוֹלָם. וְאָז בְּשִׂמְחָה נִרְאוֹת צִפֳּרִים מְצַפְצְפוֹת, וְעַל גַּבֵּי הַחוֹמוֹת שֶׁל גַּן עֵדֶן מְצַפְצְפוֹת מְשַׁבְּחוֹת וּמוֹדוֹת וּמִתְפַּלְלוֹת עַל חַיֵּי הָעוֹלָם הַזֶּה.

Comentário de: Zion Nefesh:
Tradução Jorge RamosZohar Balak

A porção da Torá para o próximo Shabat é Pinchas. Nós completamos o estudo do Zohar Pinchas e você pode encontrar um link para download na pagina do Zohar Diário, ou aqui Nós continuaremos com o estudo de Zohar Balak pelas próximas semanas até Vaetchanan.

# 214
Existem três muros ao redor do Jardim do Éden. Entre cada muro, há almas que não têm méritos para entrar, mas podem passear e apreciar o perfume dos Tzadikim que vêm de dentro das paredes.

Os prazeres dos Tzadikim dentro do Jardim são descritos como ‘Nem os olhos viram outro Deus além de ti’.

Isaías 64: 3

“Porque desde o começo do mundo os homens não ouvem nem percebem pelos ouvidos, nem os olhos viram outro Deus além de ti, que age em favor daquele que por ele espera.”

# 215
Há dias designados no ano, que são durante os meses de Nisan e Tishrei, quando as almas que estão entre os muros, podem subir nas paredes e cantar como pássaros todas as manhãs.

# 216
O cantar dos pássaros é um louvor ao Santo Bendito seja Ele e orar pelas pessoas deste mundo que estão ocupadas em seguir os preceitos das festas e os mandamentos de seu mestre. Os pássaros cantam de alegria para louvar e orar pela vida deste mundo.
Lição:
Nisan é o começo do ano e começa seis meses com aspectos masculinos. No mês de Nisan, comemoramos o feriado de Pesach por 7 dias. É um feriado importante, com muita preparação e tem um impacto espiritual significativo. No último dia do feriado, fazemos “Yizkor”, que significa literalmente “Lembraremos”. É uma breve oração especial que pede a Deus que se lembre das almas dos membros da família que faleceram. Damos Tsedacá em seu nome, para que a ‘lembrança’ dê suas elevações nos vários níveis do Jardim do Éden.

Em Tishrei, começamos seis meses com aspectos femininos. Nós celebramos Rosh Hashaná e Sucot e, no último dia dos feriados, celebramos ‘Simchat Torá’ e também fazemos a conexão de ‘Yizkor’ para as almas.

Fazer o Yizkor no final do feriado lhe confere um significado, porque todo o trabalho que fizemos até esse momento é um testemunho de nossas boas ações e apoia as almas dos entes queridos que faleceram. Quando nos lembramos deles, eles se lembram de nós e oram por nós. Nós também fazemos Yizkor em Yom Kipur e Shavuot.

Como dar ao pássaro asas mais fortes?

Nossas ações neste mundo têm um grande impacto nas almas que morreram. Quando nos lembramos delas enquanto realizamos ações positivas, elas têm elevações. Por outro lado, se fizermos algo ruim, elas pode ser diminuídas porque elas estão conectadas ao nosso processo de correção.

Pessoas com dinheiro deixam sua a ‘energia’ material neste mundo. Ela pode ser transformada em boas ações neste mundo, mas elas não podem usá-la acima. O valor que pode ser transportado para o próximo mundo é o resultado de como ela foi usada. Se essa energia é desperdiçada ou usada pela família para negócios e ações impuras, a alma que partiu é ‘punida’ porque não a utilizou bem. A riqueza que nós recebemos é um presente de Deus e se ela não continuar a fazer o bom neste mundo, é um desperdício do que recebemos como presentes.

É melhor compartilhar o dinheiro com a família antes de sair deste mundo como uma transação de negocios, para se desconectar de seu uso e / ou fazer um contrato de uso no futuro.

A primeira ordem em um testamento deve ser aquela que cobre as despesas para o processo de enterro adequado com um Rabino que possa estabelecer uma conexão adequada e ajudar a remover os julgamentos infligidos aos mortos na sepultura. A família deve garantir que alguém diga kadish pelo primeiro ano. Deixe dinheiro para Tzedakah doar todos os dias durante os primeiros sete dias e depois Tzedaka mensalmente, tanto quanto possível.

Em geral, é melhor escrever uma testamento que deixe o dinheiro para sustentar a vida e a continuidade de uma boa ação. Por exemplo, se alguém doa um rolo da Torá para uma sinagoga, cada vez que se lê a Torá, ele receberá recompensas acima. Doar livros de estudo da Torá e do Zohar com dedicação é outra boa idéia para benefícios a longo prazo. Qualquer coisa que beneficie os outros por um longo tempo é bom para as almas. Fazer pelas almas dos membros da família que faleceram os ajuda e aqueles que fazem as ações por eles.

{||}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *