Zohar Diário # 3615 – Shemini – Peixe, Golfinho, Baleia.

Daily Zohar 3615

Holy Zohar text. Daily Zohar -3615

Tradução para Hebraico:

118. דָּגִים וַחֲגָבִים אֵינָם טְעוּנִים שְׁחִיטָה, אֶלָּא אֲסִיפָתָם הִיא הַמַּתֶּרֶת אוֹתָם. כָּךְ מוֹרֵי הַיְשִׁיבָה, אֵין צְרִיכִים שְׁחִיטָה, אֶלָּא שֶׁנֶּאֱמַר בָּהֶם (בראשית מט) וַיִּגְוַע וַיֵּאָסֵף אֶל עַמָּיו. מַה דְּגֵי הַיָּם חִיּוּתָם בַּיָּם, אַף תַּלְמִידֵי חֲכָמִים בַּעֲלֵי הַמִּשְׁנָה חִיּוּתָם בַּתּוֹרָה, וְאִם נִפְרָדִים מִמֶּנָּה, מִיָּד מֵתִים. (תַּנָּאֵי) תַּנִּינֵי הַמִּשְׁנָה, שֶׁבָּהּ הִתְרַבּוּ כִּדְגֵי הַיָּם, וְאִם אֵלּוּ שֶׁבַּיַּבָּשָׁה יַעֲלוּ לַמַּיִם וְלֹא יוֹדְעִים לָשׁוּט, הֵם מֵתִים. אֲבָל אָדָם (שֶׁהֵם בַּעֲלֵי קַבָּלָה, הַלָּלוּ שֶׁלְּמַעְלָה), שֶׁהוּא לְמַעְלָה מִכֻּלָּם, נֶאֱמַר בּוֹ (בראשית א) וְיִרְדּוּ בִדְגַת הַיָּם וּבְעוֹף הַשָּׁמַיִם.
119. שֶֶׁאוֹתָם מוֹרֵי הַמִּשְׁנָה, הַתַּנִּינִים, הַתַּנִּין הַגָּדוֹל, נָחָשׁ בָּרִיחַ, כְּנֶגֶד וְהַבְּרִיחַ הַתִּיכֹן בְּתוֹךְ הַקְּרָשִׁים, בִּזְמַן שֶׁהַתַּנִּינִים, בַּעֲלֵי הַמִּשְׁנָה, יֵשׁ מַחֲלֹקֶת וּמַקְשִׁים זֶה עַל זֶה, בּוֹלֵעַ אֶת חֲבֵרוֹ, וְזֶה תַּלְמִיד קָטָן שֶׁלֹּא הִגִּיעַ לְהוֹרָאָה וּמוֹרֶה, חַיָּה מִיתָה. וְאִם הֵם שָׁוִים זֶה לָזֶה וְיֵשׁ בָּהֶם מַחֲלֹקֶת וְקֻשְׁיָה, נֶאֱמַר בָּהֶם (לְבַסּוֹף) (במדבר כא) אֶת וָהֵב בְּסוּפָה, וּפֵרְשׁוּהָ – אַהֲבָה בְּסוֹפָהּ. (עד כאן רעיא מהימנא).

Comentário de: Zion Nefesh:
Tradução Jorge RamosZohar Shemini

# 118
Peixes e gafanhotos não são abatidos e apenas recolhendo-os podem ser comidos. Da mesma forma, as cabeças da yeshiva não precisam ser massacradas no momento de sua morte, como outros seres humanos que são mortos com a espada do anjo da morte. É dito sobre eles;

Gênesis 49:33
“וַיְכַל יַעֲקֹב לְצַוֹּת אֶת בָּנָיו וַיֶּאֱסֹף רַגְלָיו אֶל הַמִּטָּה וַיִּגְוַע וַיֵּאָסֶף אֶל עַמָּיו.”
“E quando Jacó terminou de instruir os seus filhos, ele colocou os pés na cama e deu seu último suspiro, e foi reunido ao seu povo.”

Jacó “foi reunido ao seu povo”, o que significa que ele deixou o mundo sem ser morto pelo anjo da morte.

O peixe recebe vida do mar, e os sábios estudiosos da Torá extraem vida da Torá que tem o aspecto de águas vivas. Se eles se separam da Torá, eles imediatamente perdem a conexão com a vida e morrem. Se os que estão em terra entrarem na água e não souberem nadar, morrem. Mas um homem, que tem o conhecimento na estrutura da Kabbalah, está acima de tudo, e isso é dito sobre ele;

Gênesis 1:26
“וַיֹּאמֶר אֱלֹהִים נַעֲשֶׂה אָדָם בְּצַלְמֵנוּ כִּדְמוּתֵנוּ וְיִרְדּוּ בִדְגַת הַיָּם וּבְעוֹף הַשָּׁמַיִם וּבַמֵנוּ כִּדְמוּתֵנוּ וְיִרְדּוּ בִדְגַת הַיָּם וּבְעוֹף הַשָּׁמַיִם וּבַמֵנוּ כִּדְמוּתָנו וְיִרְדּוּ בִדְגַת הַיָּם וּבְעוֹף הַשָּׁמַיִם וּבַבְּהֵמָה ורּמֹלה
“Então disse Deus:“ Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; que tenham domínio sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre o gado, sobre toda a terra e sobre cada coisa rastejante que rasteja na terra. ”

Aqueles que se conectam espiritualmente a níveis mais elevados recebem domínio sobre o mar, o ar e a terra porque o conhecimento da Torá está acima de tudo.

# 119
Os melhores estudiosos têm o aspecto de grandes baleias. Além disso, o segredo da barra do meio no Templo Sagrado que tem o aspecto da coluna do meio, Tiferet.

Êxodo 26:28
“וְהַבְּרִיחַ הַתִּיכֹן בְּתוֹךְ הַקְּרָשִׁים מַבְרִחַ מִן הַקָּצֶה אֶל הַקָּצֶה”
“A barra do meio deve passar pelo meio das tábuas de ponta a ponta.”

Se as ‘baleias’ têm brigas, elas se desafiam e se uma delas é um aluno pequeno que não atingiu o nível de ensino, a baleia maior o engole. Se ambos são iguais e ainda têm uma disputa que não pode ser resolvida, eles alcançam um nível de amor, como está escrito;

Números 21:14
“עַל כֵּן יֵאָמַר בְּסֵפֶר מִלְחֲמֹת יְהוָה אֶת וָהֵב בְּסוּפָה וְאֶת הַנְּחָלִים אַרְנוֹן.”
“Por essa razão, é dito no Livro das Guerras de YHVH, Waheb em Supha, e os vales do Árnon, ”

A tradução não explica porque o Zohar que diz que no final “וָהֵב בְּסוּפָה” “Waheb em Suphah”, que significa que no final eles alcançaram um estado de amor.
Lição:
Os estudiosos da Torá buscam desafios no estudo da Torá e procuram respostas. Eles se sentam junto com outros estudiosos para desafiar uns aos outros com perguntas e respostas. Ler a Torá no nível literal é como acender uma vela minúscula. Quando uma grande vela vem ensinar, a pequena é “engolida” pela grande, o que significa que a pequena luz desaparece ao lado da grande.

O estudo mais profundo da Torá é o Zohar e a Kabbalah. Aqueles que alcançam este nível podem ‘sobreviver’ a qualquer situação difícil, não apenas no conforto de suas ‘águas’.
Muitos de nós sentimos o poder do estudo do Zohar que nos eleva a um ponto que nos permite assumir o controle ao invés de sermos reativos a situações que podem nos “afogar”.
Quando estudamos, procuramos perguntas para fazer e buscamos respostas de “baleias”. Mesmo que ainda sejamos pequenas velas, receber de sua Luz, nos faz crescer de um ‘peixe’ para um peixe maior, para um ‘Golfinho’ e mais tarde até atingir um nível de baleia, um estado que sente amor por todos os lados.

Este é o último estudo do Zohar Shemini. O próximo seria do Zohar Tazria que é a porção da próxima semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *