Zohar Diário # 2926 – Shemot – O Muro

Daily Zohar 2926

Holy Zohar text. Daily Zohar -2926

Tradução para Hebraico:

63. רַבִּי אַבָּא אָמַר, אִתִּי מִלְּבָנוֹן כַּלָּה וְגוֹ’, וְכִי מִלְּבָנוֹן בָּאָה, וַהֲלֹא לִלְבָנוֹן עוֹלָה? אֶלָּא, אָמַר רַבִּי אַבָּא, בְּשָׁעָה שֶׁיָּרְדָה שְׁכִינָה לְמִצְרַיִם, יָרְדוּ עִמָּהּ שִׁשִּׁים רִבּוֹא שֶׁל מַלְאֲכֵי הַשָּׁרֵת, וְהַקָּדוֹשׁ בָּרוּךְ הוּא בָּרִאשׁוֹנָה. זֶהוּ שֶׁכָּתוּב וַיַּעֲבֹר מַלְכָּם לִפְנֵיהֶם וַה’ בְּרֹאשָׁם.
64. רַבִּי יִצְחָק אָמַר, אִתִּי מִלְּבָנוֹן כַּלָּה – זוֹהִי שְׁכִינָה. אִתִּי מִלְּבָנוֹן תָּבוֹאִי – מִמְּקוֹם בֵּית הַמִּקְדָּשׁ שֶׁלְּמַעְלָה. תָּשׁוּרִי מֵרֹאשׁ אֲמָנָה – מִמְּקוֹם בֵּית הַמִּקְדָּשׁ שֶׁלְּמַעְלָה וּמִמְּקוֹם בֵּית הַמִּקְדָּשׁ שֶׁלְּמַטָּה. שֶׁאָמַר רַבִּי יְהוּדָה, מֵעוֹלָם לֹא זָזָה שְׁכִינָה מִכֹּתֶל הַמַּעֲרָבִי שֶׁל בֵּית הַמִּקְדָּשׁ, שֶׁכָּתוּב (שיר ב) הִנֵּה זֶה עוֹמֵד אַחַת כָּתְלֵנוּ, וְהוּא רֹאשׁ אֲמָנָה לְכָל הָעוֹלָם. מֵרֹאשׁ שְׂנִיר וְחֶרְמוֹן – מִמָּקוֹם שֶׁהַתּוֹרָה יָצְאָה לָעוֹלָם, וְלָמָּה? לְהָגֵן עַל יִשְׂרָאֵל. מִמְּעֹנוֹת אֲרָיוֹת – אֵלּוּ עַמִּים עוֹבְדֵי עֲבוֹדַת כּוֹכָבִים וּמַזָּלוֹת. רַבִּי יוּדָן אוֹמֵר, מִמְּעֹנוֹת אֲרָיוֹת – אֵלּוּ תַּלְמִידֵי חֲכָמִים שֶׁעוֹסְקִים בַּתּוֹרָה בִּמְעוֹנוֹת הַמִּדְרָשׁוֹת וּבְבָתֵּי כְנֵסִיּוֹת, שֶׁהֵם אֲרָיוֹת וּנְמֵרִים בַּתּוֹרָה.

Comentário de: Zion Nefesh:
Tradução Jorge RamosZohar Shemot

# 63
Cânticos 4: 8

“Vem comigo do Líbano, ó minha esposa, vem comigo do Líbano; olha desde o cume de Amana, desde o cume do monte Senir e do Hermom, desde os covis dos leões, desde os montes dos leopardos”.

O Líbano é o aspecto do Templo Sagrado e o rabbi Aba diz que ir ao Líbano é elevação e o verso diz: “Venha do Líbano, minha noiva”, um convite que tem o aspecto oposto.

Quando a Shechiná desceu ao Egito, 60 mil anjos desceram com ela e YHVH estava liderando, como diz;

Miquéias 2:13

“E o rei irá adiante deles, e o Senhor à frente deles”.

# 64
A “noiva” do Líbano é a Shechina do Templo Sagrado. O Zohar nos diz que a Shechina nunca se moveu do Muro Ocidental do Templo Sagrado. Também conhecido como “o Kotel”. É a “cabeça / Pico do monte Amana”

Cânticos 2: 9

“O meu amado é semelhante ao gamo, ou ao cervo jovem; eis que está detrás da nossa parede, olhando pelas janelas, espreitando pelas grades”.

“Ele está de pé atrás de nossa parede” e cuidando de nós onde quer que estejamos para nos proteger.

Lição:Lição;
O muro ocidental é chamado de “O Kotel”. “Kotel” significa “Muralha” e quando dizemos “O Kotel”, refere-se sempre ao Muro das Lamentações do Templo Sagrado.

O Ocidente é a direção de Yessod que conecta Zeir Anpin a Malchut. Por causa disso, o Muro das Lamentações deve existir até ser substituído pelo terceiro e eterno Templo Sagrado. O sustento do mundo inteiro veio do Templo Sagrado em Jerusalém e agora vem do que restou dele.

O Kotel é um lugar sagrado e não podemos tocá-lo com as mãos nuas. É sagrado como um Pergaminho da Torá que não podemos tocá-lo diretamente. Usamos o Talit para tocar e beijar a Torá. O Kotel deve ser tratado da mesma forma porque a Shechina habita lá para nos prover.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *